sábado, 31 de julho de 2010

Receita de Pai

Receita de Pai


som/imagem


Deus pegou a força de uma montanha,
a majestade de uma árvore,
o calor de um sol de verão,
a calma de um mar tranquilo,
a generosidade da natureza,
os confortáveis braços da noite,
a sabedoria das eras,
o poder do vôo da águia,
a alegria de uma manhã de primavera,
a fé de uma semente de mostarda,
a paciência da eternidade
e o centro da necessidade de uma família.

Depois Deus juntou todos esses ingredientes
e quando percebeu que nada mais havia para acrescentar,
Ele viu que Sua obra prima estava completada.
Olhou para essa obra e disse:

A tua missão é sagrada.
Vai para a vida , vai !
Só falta eu te dar um nome:
eu te batizo de Pai

Vai... Tens todo o meu apoio !

domingo, 25 de julho de 2010

Dia dos Avós - 26 de julho

Dia dos Namorados
Você já se perguntou sobre qual a importância dos avós na educação das crianças? As gerações mais antigas sempre tiveram um papel fundamental na educação dos mais novos. Porém hoje em dia parece que a figura dos mais velhos, ou melhor dos avós vem sido esquecida na educação das crianças. Mas saiba que é muito importante que os avós também participem da educação dos pequenos.
O problema é que algumas famílias acham que os avós mimam os netos e estragam a educação ao invés de ajudar. Mas isso é um erro, já que os mais velhos têm muitas experiências de vida e que podem ser passadas para as gerações mais novas.

Com a mulher muito presente no mercado de trabalho, sobra para os avós a criação dos netos, então a responsabilidade da educação é toda deles. Os avós são um elemento a mais para ajudar na educação, são conselheiros, são o apoio dos filhos e dos netos; e muitas vezes colocam a criança nos trilhos certos por ter mais experiência de vida que você mesma.

Os avós não têm o peso nas costas que os pais têm, e é por isso mesmo que a comunicação entre as crianças e os avós é mais leve, espontânea e lúdica. Isso é um fato que ajuda e muito na educação. Então os avós acabam pegando o peso da educação das crianças por gosto e porque realmente querem. É um relacionamento muito positivo, onde ambos os lados só tem a ganhar, principalmente na troca de experiências, já que os avós ensinam as coisas importantes da vida e os netos ensinam para os avós as novas tecnologias.

Os erros que os pais tem medo de cometer com relação a educação dos filhos não são problemas para os avós, já que eles já passaram por todas as aflições de educar seus próprios filhos e sabem muito bem em como acertar na criação do neto.

Os avós são uma ajuda, um complemento para a educação que os pais, por muitas vezes, não tem tempo para se dedicar. Mas cuidado, que tudo tem limites; os avós não podem fazer com que você perca a sua autoridade. Apesar da importância da ajuda dos avós, quem ‘manda’ no seu filho é você e os avós não podem passar por cima da sua decisão como mãe. E tão pouco você deverá desautorizar os avós na frente dos seus filhos, já que a responsabilidade de olhar o seu filho é dos avós.

Não podemos esquecer também que muitas vezes os avós também são responsáveis pelo apoio financeiro aos filhos e aos netos, tendo então uma responsabilidade a mais na educação das crianças.

E cuidado, já que você também não pode abusar da ajuda dos avós, eles não são sua babá de luxo. Caso realmente precise é que você deixará o seu pequeno sob os cuidados dos avós. Então, nada de abusos e esquecer o seu filho na casa dos avós; você ainda tem a maior responsabilidade na criação deles.

Fonte: www.bigmae.com

Leia mais sobre o Dia da Vovó clicando AQUI
Dia dos Namorados

http://tk.files.storage.msn.com/x1pmAkndzHuOfd15aVzuWn0CX6392iDf0mO6QftruvnadVHb7xSBFwodchGmSTMPIxxi4pGL1buKP-0UrkF0vVbn3ChYlrvNqnl0jt9GuYIU_xHou4vOwv160--EaT83bztCVjREKZ--EwOlímpiahttp://tk.files.storage.msn.com/x1pmAkndzHuOfd15aVzuWn0CX6392iDf0mO6QftruvnadVHb7xSBFwodchGmSTMPIxxi4pGL1buKP-0UrkF0vVbn3ChYlrvNqnl0jt9GuYIU_xHou4vOwv160--EaT83bztCVjREKZ--Ew

sábado, 24 de julho de 2010

Dia do Motorista - 25 de julho

motorista 02
25 de julho é o Dia de São Cristóvão, padroeiro dos motoristas.

É uma data especial para prestarmos homenagem aos profissionais do volante, pois é, também, o Dia do Motorista.

Seja o chofer particular, quase membro da família à qual presta serviços; homem de confiança que ouve tantas confidências, que se dedica de corpo e alma àqueles que o acolheram, dirigindo seus carros, suportando as "ranzinzices" dos mais velhos e as inconveniências dos mais jovens, babá e guarda-costas, sem hora certa para dormir, mas sempre com hora marcada para acordar.

Sejam os motoristas de táxi e de ônibus, que vivem tensos ante a possibilidade de assaltos; que enfrentam, no seu dia-a-dia, as barbeiragens daqueles que dirigem sem cuidado e tornam o trânsito cada vez mais louco; que suportam os ruídos das ruas e a irritação de passageiros nervosos; motoristas que, tão expostos às neuroses, têm que manter a calma e a serenidade.

Seja o caminhoneiro, herói de tantas jornadas pelas estradas cheias de surpresas e perigos, que escreve sobre o asfalto a história do nosso progresso; motorista das longas vigílias, que passa dias e dias distante da família, que enfrenta sol e chuva, estradas boas e más, à mercê dos defeitos mecânicos e exposto à imprudência de alguns irresponsáveis que eventualmente dirigem pelos mesmos caminhos.

ORAÇÃO DO MOTORISTA

Ó Senhor, por intercessão de São Cristóvão, padroeiro dos motoristas, dai-nos firmeza e vigilância nos muitos caminhos da vida em busca de trabalho, lazer, felicidade e realização.
Todos somos caminhantes nas estradas deste mundo, acompanhai-nos constantemente para chegarmos ao destino sem acidentes e contratempos.
Protegei, ó Senhor, os motoristas que conduzem os modernos meios de transportes. Que eles possam ser guiados por vosso Espírito, e assim ajam com sabedoria e respeitem as leis de trânsito.
Protegei, ó Senhor, aqueles que caminham conosco e ajudai-nos a respeitar a todos, pedestres e transeuntes, agindo sempre com prudência.
Protegei, ó Senhor, os jovens que
dirigem e dai-lhes um coração sempre voltado à vida. Que possam descobrir vossa presença viva no mundo e respeitem a todos.
Que cresçam sempre guiados pelo vosso Espírito para que sejam os protagonistas da nova sociedade do terceiro milênio.
Confortai, ó Senhor, as famílias que perderam
as pessoas queridas, vítimas do cruel trânsito brasileiro.
Dai-lhes a esperança necessária para viverem em vossa presença sem condenação ou rancor.
Que possamos, Senhor, descobrir vossa presen
ça na natureza e um tudo o que nos rodeia, am
ando assim cada vez mais a vida. Amém!".
Fonte: www.expli.com.br

http://www.imagensdahora.com.br/gifs_animados/gifs/12Transportes//carro_vermelho_piscando_farol.gif

Marie
Olímpia

terça-feira, 20 de julho de 2010

Homenagem ao Dia do Amigo


Um dia a maioria de nós irá se separar. Sentiremos saudades de todas as conversas jogadas fora, as descobertas que fizemos, dos sonhos que tivemos, dos tantos risos e momentos que compartilhamos...

Saudades até dos momentos de lágrima, da angústia, das vésperas de finais de semana, de finais de ano, enfim... do companheirismo vivido... Sempre pensei que as amizades continuassem para sempre...

Hoje não tenho mais tanta certeza disso. Em breve cada um vai pra seu lado, seja pelo destino, ou por algum desentendimento, segue a sua vida, talvez continuemos a nos encontrar, quem sabe... nos e-mails trocados...

Podemos nos telefonar... conversar algumas bobagens. Aí os dias vão passar... meses... anos... até este contato tornar-se cada vez mais raro. Vamos nos perder no tempo...

Um dia nossos filhos verão aquelas fotografias e perguntarão: Quem são aquelas pessoas? Diremos que eram nossos amigos. E... isso vai doer tanto!!! Foram meus amigos, foi com eles que vivi os melhores anos de minha vida!

A saudade vai apertar bem dentro do peito. Vai dar uma vontade de ligar, ouvir aquelas vozes novamente... Quando o nosso grupo estiver incompleto... nos reuniremos para um último adeus de um amigo. E entre lágrima nos abraçaremos...

Faremos promessas de nos encontrar mais vezes daquele dia em diante. Por fim, cada um vai para o seu lado para continuar a viver a sua vidinha isolada do passado... E nos perderemos no tempo...

Por isso, fica aqui um pedido deste humilde amigo: não deixes que a vida passe em branco, e que pequenas adversidades sejam a causa de grandes tempestades...

Eu poderia suportar, embora não sem dor, que tivessem morrido todos os meus amores... mas enlouqueceria se morressem todos os meus amigos!!!

Vinícius de Moraes


quarta-feira, 7 de julho de 2010

Um sol diferente

Neste dia eu lhe desejo um sol diferente.

Que apesar de todas as dificuldades,
apesar de algumas tristezas que insistem,
que mesmo com essa montanha erguida,
o sol possa ser seu presente mais doce.

Desejo ao seu coração o querer que ele quer.
Que nas palavras que ele sussurra dentro do seu peito,
sejam ouvidas aquelas que têm sabor de liberdade.
Que você esteja atendo para o sopro da sua vontade real,
e jamais desista dos seus passos em direção à verdade.

Desejo que sua percepção acorde mais plena
no calor de um sol novo e renovador.
Que ele lhe encoraje às atitudes
que estão querendo respirar.
Aquelas que sempre são substituídas,
Aquelas que não se arrojam
por ter os pesos de conceitos por demais antigos.

Desejo que você aceite seu tempo, seja ele qual for.
Que sinta serenidade na espera necessária
para que a semente plantada brote no tempo certo.

Desejo então que sua flor seja inteira,
e mesmo que inicialmente pequena e frágil,
ela lhe traga as luzes de uma estrada azul.

Que sua sabedoria esteja desperta aguardando com
tranqüilidade o desabrochar da sua flor.
Em paz, em cadência ritmada
com o aprendizado que vem chegando.
Em mais suaves permissões a você.
Em muito mais reconhecimento da sua coragem.

Desejo a você um sol diferente.

Espalhando seu sorriso pela densidade das nuvens,
simplificando o aspecto complicado de alguns momentos
e mostrando-lhe a fonte essencial para sua sede.

Desejo que a cada instante você desnude mais seu coração
e deixe que nele vibre em tom maior: O AMOR .

O amor na sua expressão mais simples.
Que não mede, não faz contas
e que tem o poder de lhe erguer
acima de todas as montanhas escuras.

sábado, 3 de julho de 2010

Receita de Pão Caseiro

PÃO CASEIRO

Ingredientes

  • 2 copos e 1/2 de água morno

  • 2 colheres de sopa de açúcar

  • 1 colher de sal

  • 1 ovo

  • 1 copo de óleo

  • 1 kg de farinha de trigo

  • 50 g de fermento de padaria

  •  
    Como fazer

    1. Misturar o fermento de padaria na água morna
    2. Levar ao liquidificador: o açúcar, o óleo, o sal, o açúcar, o ovo e a água com o fermento
    3. Bater por alguns minutos
    4. Colocar em uma bacia grande esta mistura e acrescentar o trigo aos poucos, misturando com as mãos (a quantidade de trigo suficiente se dá quando a massa não grudar em suas mãos)
    5. Deixar crescer por 1 hora
    6. Dividir a massa em partes e enrolar os pães
    7. Deixar crescer novamente por 40 minutos
    8. Levar para assar por mais ou menos 30 minutos
    9. Se desejar: Substituir o óleo por banha
    10. Acrescentar a massa já pronta torresmo ou lingüiça

    ♫Quem quer pão, que está quentinho...♫

    Dia do Panificador

    Padeiro Pequeno Fotos De Stock Royalty Free
    Foto De Stock Royalty Free
    Dia 08 de julho é dia de Santa Isabel, padroeira dos panificadores.
    Por isso, neste dia é comemorado também o Dia do Panificador, conhecido popularmente como padeiro.
    A panificação é uma atividade muito antiga. Os primeiros pães foram assados sobre pedras quentes ou debaixo de cinzas. A utilização de fornos de barro para cozimento dos mesmos começou com os egípcios, sendo atribuída a eles também a descoberta do acréscimo de líquido fermentado à massa do pão para torná-la leve e macia.

    Na mesma época, os judeus também fabricavam pães, porém sem fermento, pois acreditavam que a fermentação era uma forma de putrefação e impureza. A Jeová só ofereciam pão ázimo, sem fermento, o único que consomem até hoje na Páscoa.

    Na Europa o pão chegou através dos gregos. O pão romano era feito em casa, pelas mulheres, e depois passou a ser fabricado em padarias públicas. Foi aí que surgiram os primeiros padeiros. Com a queda do Império Romano, as padarias européias desapareceram, retornando o fabrico doméstico do pão na maior parte da Europa.

    No século XVII, a França tornou-se o centro de fabricação de pães de luxo, com a introdução dos modernos processos de panificação. Depois, a primazia no fabrico de pão passou a Viena, Áustria.

    A invenção de novos processos de moagem da farinha contribuiu muito para a indústria de panificação. Durante o processo de evolução da fabricação de pães foram utilizados para triturar grãos de trigo, os moinhos de pedra manuais, os movidos por animais, os movidos pela água e, finalmente, pelos moinhos de vento. Apenas em 1784 apareceram os moinhos movidos a vapor. Em 1881, com a invenção dos cilindros, a trituração dos grãos de trigo e, conseqüentemente, a produção de pães foi aprimorada consideravelmente.

    De acordo com o sociólogo e antropólogo Gilberto Freyre, o Brasil conheceu o pão no século XIX. Antes do pão, o que se conhecia, em tempos coloniais, era o biju de tapioca. No início, a fabricação de pão, no país, obedecia a uma espécie de ritual próprio, com cerimônias e cruzes nas massas. Foi com a chegada dos imigrantes italianos que a atividade da panificação começou se expandir.

    Fonte: UFGNet

    Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
    Ocorreu um erro neste gadget

    My Headlines

     
    Template By:
  • Giovana Templates